Páginas

sábado, dezembro 18, 2010

Agonia de Fim de Ano

Nunca pensei que fosse terminar esse ano tão angustiado... Tudo o que eu digo ou faço nunca parece importar, a única coisa que sempre importa, são as "provinhas" de que eu não presto ou não quero prestar.

Quem nunca ficou doente e se recuperou? Quem nunca foi até a esquina conversar com amigos só porque a noite está monótona? Quem nunca comeu camarão estragado? Quem nunca quis simplesmente ficar numa boa?




ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!




E é só isso né? Que se foda o amor e a vontade de seguir em frente?


Que diabos quer de mim?!


Fui alguém ruim antes daqui, só pode.

Um comentário:

Camilla Aloyá disse...

muita calma meu irmão, peça mais força as forças divinas, tudo há de passar... axé!