Páginas

quarta-feira, abril 07, 2010

One Love



"... Don't shut your arm in front of any difficulty, 'cause the gratest man in the world died with arms wide open. "

Bob Marley sobre dificuldades na vida e como um Jesus morreu pra demontrar amor.

Não tenho muito contato com a cultura cristã, mas acredito que o fato histórico de um revolucionário que andava na margem da sociedade pregando o amor como deve ser, indiferente de defeitos ou danos que as pessoas marginalizadas naquela época tinham, pra ver que a vida e o amor transformam as pessoas e sucessivamente o mundo.

por isso a raiva, ódio, rancor, negatividade devem ser todos expelidos para que vejamos com clareza a luta real. A luta pelo amor e pela paz.

Hoje eu quero isso mais do que nunca.

One love.

4 comentários:

Camilla para os menos íntimos... disse...

axé!

V_ Leal disse...

Paz é utopia, assim como não ter raiva, ódio etc, mesmo pq. onde tem ódio tem o inverso a pulsar, que é o amor.
A questão vai ser sempre como se aplica a agressividade etc que são necessárias.
Por isso um homem teoricamente sem ódio e tal, só poderia ser um belo mito cristão.

Mistério do Planeta disse...

saudade do meu rei Bob.



obrigado pela visita =]

Abiodun Akinwole disse...

V, não disse que a raiva não deve existir, até o mito cristão teve raiva, indignação por ver o povo na miséria. Só digo que mesmo que existam o ódio e a raiva, eles devem ser expelidos para sentir a luta real.

tenho ódio do rancor e da maldade, por isso pratico a compaixão e o amor.