Páginas

quinta-feira, março 18, 2010

E o Frio



E o frio invade
Essa manhã em que acordo ainda entorpecido pela sensação de prelúdio
Ludibriado pelo pensamento positivo.

Um ponto, uma estranha ferida, mancha
Que mesmo duvidada, assusta
Não sei por quanto tempo, mas arranha
E deixa minha mente em estranha penumbra.

Meu amanhã pode ser neblinado
Eu continuo, e os de trás sumindo
Não sei muito disso
Mas às vezes a vida parece extermínio.

Basta 'tar vivo.


_________________________________________________________________________________


Não muito bem,  minha vó -  que  mesmo  eu não  tendo  muito contato -, se encontra em uma situação de convalescência crítica e com toda certeza isso meche com a nossa cabeça. Aí a gente fica assim, não tão bem.

2 comentários:

Didi. disse...

Mas vai ficar tudo bem, o frio passa, tô bem pertinho pra acalorar você.


^^

Camilla para os menos íntimos... disse...

Oxalá abençoe, Obaluaiê leve toda doença!